5 desafios que os pais enfrentam (e superam) para brincar com seu filho

A verdade é que brincar nem sempre é fácil para nós adultos. Nesse texto conheça os cinco desafios que precisam ser vencidos pelos papais e mamães que sabem da importância do brincar!

5 desafios que os pais enfrentam (e superam) para brincar com seu filho
Brincar,  Especial
24 de maio de 2015

Existe uma união muito forte de educadores, pensadores e pais, focados no resgate do brincar durante a infância. Mãezíssima faz parte desse movimento e o foco são aquelas boas e velhas brincadeiras, sem ipad, iphone, tablete, game, etc. Existe pesquisas que comprovam os benefícios para as crianças, para o convívio em família e para a aprendizagem. Mas, existe um desafio a ser rompido nessa história toda: as dificuldades que nós pais e mães encontramos na hora de brincar com nossos filhos.

A verdade é que brincar nem sempre é fácil para nós adultos. Principalmente se você é mãe de primeira viagem e acaba de cair de paraquedas no mundo materno sem muita referência. Posso dizer com todas as letras, eu te entendo.  A boa notícia é que com um pouquinho de treino tudo dá certo. Essa é a minha história.

Para ajudar nesse processo, listei 5 dificuldades mais comuns e algumas dicas para supera-las.

5 desafios do brincar com os filhos

1 – Por onde eu começo? Como se faz isso?

pai brincar com a filhaA primeira grande dificuldade é lembrar as brincadeiras de criança. O bom e velho: “como se faz isso”? Muitas mães estão 100% envolvidas em suas carreiras ou negócios até que chega um bebê na família. A quebra – de mundo adulto para infantil – é um desafio enorme. Sem contar que a grande maioria das famílias não tem parentes por perto. Em outras palavras, não há aquela avó que te ensinará as primeiras cantigas e brincadeiras suaves para os bebês.

Solução: Graças ao mundo virtual, hoje está muito mais fácil comprar um CD com músicas infantis, brincadeiras para bebês, etc. Também já existe um grande número de iniciativas voltadas para mães e bebês. São aulas de dança, musicalização, psicomotricidade que podem ajudar e muito nesse momento. Depois é só aproveitar o que melhor funciona com você e com seu filho.

2 – Agora não!

brincar

Imagem: Evelize Monteiro

A segunda grande dificuldade é vencer a si mesmo. Sim, vencer o cansaço, a vergonha, a falta de prática, o stress… Diferente das crianças, nossas vidas não andam lá muito simples atualmente. Quem não está enfrentando sua batalha?

Solução: Escolha. Isso mesmo, você só vai conseguir vencer esse desafio se estiver determinada a abrir espaço, dar uma chance para o momento pai\mãe e filho. Isso não é tarefa fácil e pode ser que não consiga todos os dias. Mas se você escolheu brincar, porque entende a importância disso para seu filho e para sua família, aos poucos você vai pegando a prática. O que acontece depois de um tempo é que você não vai levar nem dois segundos para esquecer de todos os problemas enquanto se diverte com seu filho.

3 – Conquistar a interação (conexão, vínculo, resposta, etc)

Esse talvez seja o maior desafio. Você, mãe ou pai, se esforça para encontrar tempo, prepara um momento de brincadeira, mas parece que seu filho não quer brincar com você. Nessa hora a frustração é enorme. Isso não é tão raro quanto você imagina, pelo contrário, acontece com muita frequência.

Solução: Busque brincadeiras que você também se divirta, isso irá te ajudar a estar 100% presente. A presença real faz com que a conexão aconteça naturalmente. É um ciclo de atenção, olhar e carinho de você para seu filho e que se fecha com a alegria do seu filho. Se esse desafio persistir, busque mais leituras sobre vínculo e não pare de tentar.

4 – Conseguir ser criativo quando a sua ideia não funciona do jeito que você espera.

bebes arteirosQuando o assunto são crianças, nem tudo sai como planejamos. É importante estar preparado para mudança de planos no decorrer da brincadeira.

Solução: Seja flexível e principalmente: criativo. Amplie seu repertório de brincadeiras conversando com outros pais, buscando na internet (existem muitas sugestões aqui mesmo na Mãezíssima) e principalmente percebendo o que seu filho mais gosta.

5 – Repetir milhões de vezes.

Solução: Não tem. Repita apenas e torça para que ele mude de interesse o mais rapidamente possível. rsrsrs

Brinque muito, brinque sempre!

Grace  I. Barbosa ─ Mãezíssima

Grace Barbosa - Autor do Mãezíssima

Idealizadora e fundadora da Mãezíssima. Mãe da Julia, jornalista, escritora e empreendedora. Aprendendo todo dia a ser uma mãe possível. Amante das boas histórias e de compartilhar conhecimentos que realmente fazem a diferença na vida dos leitores.

posts relacionados

Comments are closed.