Brincar na Natureza: quais as suas memórias de criança?

Esse post é para te incentivar a dividir memórias de brincadeiras com a Natureza da sua infância com seus filhos, netos, sobrinhos... Vá para fora!

Brincar na Natureza: quais as suas memórias de criança?
Brincar,  Especial
7 de novembro de 2016

Feche os olhos por um instante e tente recordar de algum momento da sua infância em que estava brincando na Natureza. Qual era esse lugar? Do que você gostava de brincar? Quais são as sensações que essa lembrança te traz?

Eu me lembro do trajeto no meio dos canaviais (e de todos os palitinhos de cana que o pai cortava pra gente chupar) até chegar a chácara que fez parte da minha infância, da poeira marrom que subia com o vento nos dias de calor e céu azul. Adorava quando chovia e eu podia sentar na beira da estrada e coletar o barro mais perfeito para brincar de moldar brigadeiros, bolos e tudo o que a imaginação permitia.  Ainda hoje amo brincar com meu barro no atelier, talvez essas memórias felizes de infância me acompanhem em cada peça que crio.

manda de folas

Mandala de folhas e flores

É muito importante trazer nossas referências pessoais para a infância das nossas crianças. Já compartilhou com seu filho, neto, sobrinho, quais eram seus momentos preferidos na natureza, já perguntou quais são os deles?

É verdade que andamos perdendo a prática de como brincar com a Natureza, como se divertir num parque de areia depois de um dia de chuva, como observar e criar com os elementos que nossas praças e parques nos oferecem. A quantidade de benefício que esse tipo de atividade oferece para as crianças é absurda. Desde desenvolvimento motor, cognitivo, sem contar as relações de afeto que se criam.

No próximo feriado ou final de semana, pegue seus filhos e vá para o parque. Chegando lá, deixe que primeiramente ele observe o ambiente, explore conforme sua criatividade, suje as mãos, arranque matinhos, ou observe as formigas. Permita que ele explore a Natureza e suas infinitas possibilidades. Não se preocupe com sujeira, cada vez mais estudos mostram o quanto faz bem para a saúde das crianças brincarem com a terra, areia e plantas.

Quando ele já estiver muito a vontade com o ambiente, traga as suas memórias de brincadeiras de infância. Faça bolos de areia ou caminho para formigas. Suba em árvore ou desça o morro em cima de uma papelão. Permita que seu filho tenha uma infância saudável em contato com a Natureza.

Eu sei que não podemos ter momentos como esses todos os dias. Nossa vida cosmopolita não permite. Mas se temos os finais de semana. Se temos os parques e praças. Se temos excelentes espaços dentro da cidade ou em volta dela. Ainda há muita chance de viver uma infância saudável e em contato com a Natureza. Vamos para fora!

Thais Saraiva – Artista plástica no Santo Atelier e criadora da ação – Vivência Criativa na Praça!

Grace Barbosa – Mãezíssima, incentivadora e apoiadora do Vivência Criativa na Praça!

posts relacionados

Sem posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *