Como mudar hábitos alimentares das crianças?

Você mãe percebeu que a alimentação de seu filho não está indo pelo melhor caminho não se desespere, pois ainda há tempo. É mais trabalhoso sim, mas é possível!

Como mudar hábitos alimentares das crianças?
Alimentação,  Especial
28 de novembro de 2016

Algumas mães me procuram logo que iniciam a introdução alimentar do bebê para saber como iniciar as primeiras papinhas e particularmente eu adoro esta fase! Mas não só pelo momento tão especial que é a introdução alimentar de um bebê, as primeiras papinhas, frutinhas, vegetais e etc, mas principalmente por este momento ser uma excelente oportunidade de começar pelo caminho certo e segui-lo. A gente sabe o quanto é difícil tomar novos rumos, novos caminhos em nossas vidas, e com alimentação infantil não é tão diferente, mas sempre é possível recomeçar.

Então se você mãe percebeu que a alimentação de seu filho não está indo pelo melhor caminho não se desespere, pois ainda há tempo. É mais trabalhoso sim, mas é possível!

Mudar hábitos é difícil até para os adultos quem dirá para crianças pequenas, que muitas vezes tem receio do novo, do desconhecido. Portanto é preciso MUITA PACIÊNCIA e perseverança, mas quando atingimos os objetivos é recompensador ver que deu certo!

alimentação infantil

Dicas práticas para mudar a alimentação do seu filho:

1- Inicialmente veja quais são os principais pontos que são necessários mudar – comece sempre pelos mais urgentes, que são mais maléficos para saúde por exemplo, que já estão causando alguma conseqüência. Por exemplo: seu filho já está apresentando alteração de pressão, então comece por alimentos que possuem muito sódio.

2 – Estabeleça pequenas metas para atingir e somente avance para próxima, após atingida e mantida a primeira. Ex: Diminuir consumo de sódio – diminuir consumo de embutidos; diminuir consumo de salgadinhos industrializados; diminuir consumo de industrializados.

3 – Participação dos pais – Para toda mudança na criança quando falamos de alimentação os pais precisam participar efetivamente, ser o exemplo que a criança precisa. Se os pais estão com uma alimentação não muito adequada isto irá refletir na alimentação da criança. Portanto é importante os pais também avaliarem a sua alimentação e dar o exemplo de uma alimentação saudável.

4- Usar a criatividade – Como tudo que envolve a criança é lúdico, com a alimentação não é muito diferente, precisa de uma pitada de criatividade para fazê-la comer legumes, vegetais e frutas se ela não adquiriu o hábito desde pequena.

Sempre é tempo de mudar e recomeçar! Mudar hábitos alimentares é importante tanto para as crianças quanto para os adultos. Buscar uma alimentação saudável, que nos proporcione mais saúde e bem estar é fundamental.

Cristiane Crisuk ─ Nutricionista Infantil

Cristiane Crisuk- Autor do MãezíssimaNutricionista de formação, descobrindo as maravilhas da nutrição infantil sendo mãe da Isa Maria. Sempre gostou de cozinhar e agora mais ainda. Atualmente desenvolve trabalho de educação nutricional infantil no hospital que atua e também em escolas. Está desenvolvendo projeto para oficinas com abordagem na alimentação e nutrição infantil, e também atendimento domiciliar para famílias, o ABC Nutrição Infantil. Nas horas vagas tem como hobby ou “terapia” costurar.

posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *