Como preparar o lanche da escola?

As aulas voltaram e com elas o dilema sobre o que mandar no lanche que seja saudável, seguro e que satisfaça a fome da molecada depois de gastar tanta energia. Confira as dicas

Como preparar o lanche da escola?
Alimentação,  Especial
12 de fevereiro de 2014

Não se preocupe Mãezíssima, estamos com você e vamos te auxiliar! Pra começar a falar sobre lanche da escola, vale reforçar a importância de ser saudável. Primeiro: ele irá repor as energias que gasta na escola, seja utilizando o raciocínio nas atividades intelectuais ou nas atividades que exijam do corpo como, por exemplo, educação física, expressão corporal e claro nas brincadeiras com os amigos.

Fazer um lanche entre as refeições principais é o ideal! Claro que é preciso atenção no cardápio deste lanche, para ele não atrapalhar o almoço ou jantar. Também no tempo de intervalo entre elas, recomenda-se de 2 a 3 horas. Assim seu filho já estará adquirindo um bom hábito alimentar para a vida!

 O que não pode faltar no lanche da escola:

Lanche da escolaNeste calor tem que hidratar bastante, portanto mande uma garrafinha de água fresca! Além da água, bebidas como água de coco, suco natural feito um pouco antes de levar as crianças para escola ou então opções de sucos com polpa de fruta e sem adição de açúcares, corantes e conservantes. Mas atenção leia as informações no rótulo e não se deixar enganar, lembre-se do que falamos sobre os sucos de caixinha! A dica de ouro é colocar as bebidas em garra

finhas térmicas e completar o máximo que puder, isto evita o contato da bebida com o oxigênio e a luz, prolongando a durabilidade. Evite mandar sucos de limão e laranja, que após algum tempo tendem amargar, deixe estes para beber quando estiverem em casa!

Tem que ter frutas? Sim! Isso irá incentiva-lo a ter bons hábitos e irá fornecer vitaminas, minerais e fibras. Uma dica legal é dar opções para criança e deixa-la escolher a fruta que quer levar, caso ela diga que não quer nenhuma, coloque uma que não seja tão frágil, caso ela não coma, poderá ser consumida depois. As frutas que podem ser consumidas com casca ou que são fáceis de descascar são boas opções (pêra, maçã, pêssego, ameixa,  uva, banana, mexerica), você também pode enviar frutas picadas, mas prefira aquelas que não escurecem, e faça cortes criativos (mamão, melão, abacaxi, kiwi).

lanche divertido

Imagem: www.flickr.com/photos/dlaferriere/

E para completar a lancheira coloque alimentos que fornecem energia (carboidratos), sanduíches são bem vindos, mas não fique na mesmice do queijo com presunto – até porque eles possuem muito sódio para a criança consumir diariamente. Coloque como recheio patê de verduras, creme de ricota, pasta de grão de bico (homus), queijo branco, geléia e doce caseiro. Outra opção deste grupo de alimentos, são os bolos, que você pode trocar o açúcar branco por mascavo, a farinha branca por integral, incluir farelo de aveia, sementes como chia, linhaça, enfim use a sua criatividade! Vale também torta salgada utilizando verduras, legumes, castanhas, ou então biscoitos integrais e pão de queijo.

Quando estiver muito quente evite mandar produtos lácteos ou que precisem de refrigeração, como iogurtes, leite fermentado e frios. Achocolatados podem ser utilizados eventualmente, pois contém muito açúcar, principalmente os de caixinha então prefira prepara-lo em casa.

Para conservar tudo em boas condições, sem alterar sabor e principalmente sem riscos de estragar, é importante acondicionar em uma lancheira térmica, separar os alimentos em potes bem vedados. Já as frutas inteiras, sanduíches e bolos/tortas podem ser embalados em papel alumínio, que auxiliam na preservação da temperatura do alimento. Se tiver aqueles gelos retornáveis também auxiliam a manter a temperatura.

E lembre-se que a apresentação conta muito para atrair a atenção das crianças, afinal existe uma concorrência grande nas prateleiras dos supermercados para atrair os olhares e vontades das crianças, algumas vezes até dos adultos em relação à praticidade e preço, mas nem sempre o mais fácil é o mais correto.

Se você quiser uma ideia de cardápio, acesse o meu blog ABC Nutrição Infantil!

posts relacionados

1 Comment

  • Excelentes dicas!
    Qualidade de vida é essencial para as crianças.