Cozinhar com os filhos: preparando o ambiente

Levar as crianças para cozinha é uma excelente forma de ensinar hábitos alimentares saudáveis e pode começar desde muito cedo. Confira nesse post, como preparar a cozinha para receber os pequenos.

Cozinhar com os filhos: preparando o ambiente
Alimentação,  Especial
9 de agosto de 2015

Cozinhar com os filhos pode ser uma ótima maneira de criar novos hábitos alimentares, incentivá-los a experimentar novos alimentos e ensiná-los a preparar as refeições. As crianças aprendem pelo exemplo, isso também vale quando o assunto é alimentação. Criar hábitos saudáveis vai além da hora da alimentação, também diz respeito as rotinas diárias de compra e preparo do alimento.  Tudo isso deve ser feito de acordo com a faixa etária da criança, mas sem dúvida quando adultos eles saberão preparar suas refeições facilmente.

Leia também: Criança na cozinha é tudo de bom!

Mesmo as crianças pequenas podem participar de alguma maneira nas atividades da cozinha. Para começar a cozinhar com os filhos vamos falar um pouco sobre como preparar o ambiente para receber as crianças sem riscos de acidentes!

Preparando a cozinha para cozinhar com os filhos

Antes de iniciar as atividades na cozinha, principalmente se estiver começando a introduzir esta rotina com as crianças, as dicas a seguir podem ser úteis:

1 – Defina uma receita

Nas primeiras receitas que a criança for auxiliar é interessante que seja algo atrativo para ela, que desperte certo interesse pela culinária. Após a criança já ter certa intimidade com a cozinha estas preparações podem ser do dia-a-dia e do almoço por exemplo. Se seu filho tem dificuldade em comer alguns alimentos, esta pode ser a oportunidade de preparar uma receita diferente com este ingrediente, para ele experimentar.

2 -Organize ingredientes e utensílios

cozinhar-com-os-filhos

Deixe todos os ingredientes preparados

Quanto menores as crianças mais valiosa é esta dica. Procure já deixar na mesa ou bancada o que irá precisar na receita, assim você não corre o risco de ter que se virar para pegar algo e o pequeno cozinheiro jogar ovos no chão! Além dos ingredientes, separe os utensílios e cuide com objetos cortantes e outros que eventualmente exista algum risco.

3 – Estabeleça algumas regras

Cozinhar com os filhos também é uma oportunidade de desenvolvimento e educação. Lavar as mãos sempre antes de começar, não mexer com facas e eletrodoméstico (de acordo com a idade), ficar longe do fogão e panelas (também de acordo com a idade). Explique as regras – as regras estabelecidas devem ser explicadas para a criança compreender os motivos de elas existirem! Isso irá prevenir que caso você descuide na atenção a criança tente experimentar algo que ela não pode (curiosidade das crianças!).

4 – Supervisione sempre

Criança não pode permanecer sem supervisão quando estão na cozinha. Se o telefone tocar e for necessário atende-lo, leve a criança com você. Em hipótese alguma deixe uma criança, principalmente as pequenas, na cozinha sem supervisão.

5 – Sem neuras na hora de cozinhar com os fihos

cozinhar-com-os-filhos

Grace I. Barbosa com a Julia – 2 anos e meio – bolo de cenoura

Está é uma dica valiosa! Muito provavelmente haverá alguma bagunça, alguns farelos no chão, roupa com manchas de comida e etc. O importante é manter a tranqüilidade e transmitir isto para a criança. Você pode ensiná-lo a como mexer o bolo, por exemplo, sem derrubar a massa ou como peneirar sem derrubar farelo no chão. Quando terminar de preparar o alimento, você pode até pedir o auxilio da criança nesta atividade de limpeza. Assim a criança já aprende que depois de preparado e degustado o alimento também é preciso limpar o ambiente! Mas tudo isso sem neuras, pois a criança precisa se sentir confortável durante a atividade para que a hora de cozinhar com os filhos seja prazerosa para elas e para você.

Gostou dessas dicas? Então continue acompanhando a Mãezíssima que semana que vem publicaremos dicas de atividades por idade.

Cristiane Crisuk ─ Nutricionista Infantil

Cristiane Crisuk- Autor do MãezíssimaNutricionista de formação, descobrindo as maravilhas da nutrição infantil sendo mãe da Isa Maria. Sempre gostou de cozinhar e agora mais ainda. Atualmente desenvolve trabalho de educação nutricional infantil no hospital que atua e também em escolas. Está desenvolvendo projeto para oficinas com abordagem na alimentação e nutrição infantil, e também atendimento domiciliar para famílias, o ABC Nutrição Infantil. Nas horas vagas tem como hobby ou “terapia” costurar.

posts relacionados

1 Comment

  • Amei as dicas, Cris!