Diário de gestante: de repente 30ª semana!

De repente 30ª semana de gestação e a vida não pára. Nesse post compartilho algumas escolhas que tenho feito quanto ao enxoval e preparo para a chegada da minha segunda filha;

Diário de gestante: de repente 30ª semana!
Especial,  Sem categoria,  Ser mãe
27 de abril de 2017

Não sei se é por ser segundo filho, ou porque a vida não ficou fácil e tranquila em nenhum momento só porque estou grávida, mas quando me dei conta já estou no terceiro trimestre de gestação. Estou na reta final da chegada da minha pequena estrela, minha segunda filha. Sou uma gestante na 30ª semana, JÁ!

Nesse tempo aconteceram muitas coisas, situações complicadas em família, a vida realmente não pára só porque você está grávida. Com isso posso garantir que não sou a típica grávida comercial de fraldas (ou sabe lá o que). O enxoval não está pronto, nem comecei a lavar as roupinhas. Ainda não fiz o chá de bebê. Estou nas definições onde farei o parto. Ou seja, com pouco menos de 3 meses para a bebê chegar, ainda há muito o que fazer.

barriga de gestante

Foto: Ideias para fotografar gestação

Mas talvez o que acalme meu coração e traga uma paz enorme é que nessa gestação escolhi viver uma gestação focando apenas no essencial, contra qualquer tipo de exagero. Ou seja, escolhi comprar apenas o realmente necessário para um bebê vir ao mundo e isso reduz toda a tranqueirada que inventam, a muito pouco. Escolhi fazer compras mais pensadas e focadas na qualidade de tecidos e materiais, do que nos “frusfrus” de marcas famosas. Aceitei as dicas de amigas maravilhosas e algumas coisas estou fazendo eu mesma.

Escolhi focar no que sei que é fundamental, preparo para o parto natural, preparo espiritual para o pós-parto e reforçando os laços da minha rede apoio – que sei, será mais fundamental que qualquer quartinho decorado lindamente, ou um novo aparelho eletrônico que balance o bebê sozinho. Braços e abraços não são substituídos por tranqueiras.

Minha vida de gestante tem poucos momentos exclusivos, na grande maioria do tempo ainda sou mais a mãe da Julia, esposa, profissional. Um desses momentos é o pilates para gestante é uma das coisas que tem me dado muito prazer e alívio as dores da gestação.

Não acho que a gestação é apenas um momento mágico da mulher. Não acho que toda vez que minha filha se revira no meu ventre é fantástico. Acredito realmente que tantas mudanças hormonais e físicas são mais parecidas com uma grande jornada rumo ao cume de uma grande montanha, que um passeio florido no paraíso. Me parece que o momento do parto será aquela parte da escalada que vemos nos filmes, onde aparece uma parede de pedra desafiadora que exige concentração e determinação do escalador. A minha corda de segurança é a doula que estará comigo e o apoio do esposo, médicos, etc.

É verdade que agora, começando o terceiro trimestre, a ansiedade aumenta, o peso também, e meu esforço está em manter minha mente e coração em paz, mesmo que a vida não dê lá descanso. Falta pouco, mas é aquele pouco que passa lentamente e por isso mesmo precisa de paciência e tranqüilidade. Recentemente a Unicef lançou esse vídeo e acho que pode ser uma importante mensagem para essa fase: Quem espera, espera!

Grace I. Barbosa

posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *