Ideias simples para o desenvolvimento do bebê 0 a 1 ano

Lugar de aprender é todo o lugar, ainda mais quando se é criança! Por isso, nossa parceira Romã inicia uma série sobre como aproveitar o meio e as coisas simples para incentivar o desenvolvimento dos nossos filhos. Nesse texto, ideias para bebês de 0 a 1 ano.

Ideias simples para o desenvolvimento do bebê 0 a 1 ano
Criar e Educar,  Especial
18 de setembro de 2015

Crianças são esponjas. Por onde passam acabam absorvendo tudo que está ao redor. Muitas vezes deixamos passar desapercebido todo conhecimento que nossos filhos adquirem no simples contato com a terra, ou com um punhado de pedras. E isso não é um problema, mas é importante saber: o contato com as mais diferentes coisas é essencial para o desenvolvimento do bebê e das crianças. 

Para quem gosta de visualizar um pouco melhor e de acompanhar de pertinho tudo o que eles vão aprendendo a dica é criar ambientes preparados em casa. Deixar materiais a disposição para que suas descobertas sejam estimuladas. Mas cuidado! Não vale interferir. A ideia não é ensinar coisa alguma, mas sim deixar que a criança aprenda por ela mesma. Quando a criança tem ao seu alcance objetos com intenções claras, ela não precisa que lhe digam o que fazer. Quando descobrimos algo por nós mesmo é quando, verdadeiramente, passamos a compreender nossa descoberta.

O saber (e aprender) não está apenas na memória das verbalizações. Ele está em todo nosso corpo, incorporado a nós, quando aprendemos realmente.

Mas o que são esses materiais que ajudam no desenvolvimento dos bebês de forma espontânea? Eles variam de acordo com a idade e com o desenvolvimento de cada criança. Mas em linhas gerais, podemos dar algumas dicas. Hoje vou falar das crianças menores, para deixar com gostinho de quero mais.

Materiais para o desenvolvimento de 0 a 1 ano

Para as crianças de 0 a 1 anos é interessante ter a disposição diversos materiais sensoriais. Eles são materiais que permitem a descoberta de texturas, cheiros, sabores, cores , formas e etc. Podemos encontrar em lojas ou mesmo criar em casa. Em pequenos cestos podemos colocar objetos encontrados nas ruas ou parques, como folhas, pedras, galhos, terra e areia. 

Garrafas pets são ótimas aliadas também. Elas podem se transformar em um ótimo material de observação, sendo preenchida com água colorida e pequenos objetos de diferentes densidades, são as garrafas sensoriais. Nessa galeria você irá encontrar algumas ideias para fazer – você mesma – as garrafas sensoriais.

Ideias de garrafas sensoriais:

Caixas Sensoriais

Sugiro que deixemos a imaginação e a criatividade tomar conta e que façamos uma experiência: que tal substituir os brinquedos do quarto por esses materiais? Quem fizer isso pode mandar um e-mail para nós contando como foi, e iniciamos assim uma rede de descobertas espontâneas!

A função da criança é viver a experiência; a do adulto, é criar condições para a experiência.” Paulo Fochi

Romã Rettamozo é arte-educadora e compõe a equipe da pedagógica da Casa Labirinto.

contraturno

posts relacionados

2 Comments

  • Eu amei a idéia. .me auxiliem melhor por favor

    • Oi Elizabeth, qual a sua dúvida ou dificuldade? Compartilhe com a gente que vamos ajudar! 🙂