Mãe, faça algo só por você!

Mãe, faça algo só por você!
Especial,  Ser mãe
23 de outubro de 2016

Ser mãe é mais que um trabalho integral, não tem férias, feriado, ou atestado. Pelo menos é assim para a maioria das mulheres. A intensidade que vivemos esse dia a dia materno varia de acordo com nossa fase de vida, com a idade do bebê ou da criança, da nossa saúde físcia e até mental, do contexto da nossa família. Mas, chega um momento, mais cedo para algumas, mais tarde para outras, que você se sente segura como mãe e com sua rede de apoio, para voltar a fazer algo só por você. Algo que não inclui os filhos, muito pelo contrário, algo que até te faça esquecer um pouquinho deles.

Existe uma época na vida materna que é difícil identificar onde termina você e começa seu filho. Pode ser quando eles ainda são bebês pequenos, mamando no peito, ou quando estão doentinhos. Uma fase que a doação de vida é completa, e particularmente acredito que é necessário tanto para mãe quanto para bebê. Uma fase que “fazer algo só por você” talvez signifique tomar um chá na padaria com uma amiga, ou um banho longo e passar creme em todo o corpo. Pequenas glórias conquistada com muita organização, planejamento, mas que são pequenas, rápidas e muitas vezes cheias de culpas.

Mas nada como o tempo passando e fazendo nossos filhos perderem todo o guarda-roupa a cada estação. Sim, eles crescem. Eles ficam mais fortes, mais autônomos, passam a confiar em mais pessoas. Se você for atenta aos pequenos detalhes, vai perceber que cada dia eles dão um pequeno passo em direção ao mundo, e ficam um pouquinho mais longe do seu colo. Isso acontece lentamente, no ritmo de cada criança, dentro da dinâmica de cada família. Mas acontece e precisa ser assim para que cresçam adultos saudáveis emocionalmente e para nós mães também.

ser mãe

E, às vezes, isso acontece sem que percebemos. Foi muito recentemente que voltei a fazer algo só por mim. E quando fiz, nem me dei conta que estava acontecendo. Só percebi quando meu marido disse: quando você está lá nem responde whatsap? Então me dei conta, enquanto estou fazendo algo só por mim, realmente não respondo whatsap, não fico navegando no facebook, e também não me preocupo com a pequena. Isso não me faz uma mãe ruim, não me faz uma mãe relapsa, muito mesmo põe em cheque o amor pela minha filha. Isso só comprova que mesmo sendo mãe, vivendo intensamente a maternidade, assumindo a responsabilidade pela criação e educação da minha filha, minha vida e felicidade não se restringe só a maternidade.

Esse é um assunto muito delicado em tempos de criação com apego divulgada muitas vezes de forma rasa. E também varia muito de mãe para mãe, de mulher para mulher. Mas é muito bom poder fazer algo só por nós. Voltamos renovadas para os afazeres diários com os filhos, trabalho, casa, etc… É muito bom cuidar de quem precisa cuidar de tanta gente.

Se você já se sente segura, se conta com uma rede de apoio, se precisa resgatar sua identidade, faça algo por você mesma. Algo que você ame tanto que te faça esquecer do mundo e reacenda a fagulha da realização longe da maternidade. Ser mãe é incrível, mas também cansativo e desafiador. Se tem alguém que realmente estará com você para sempre é você mesma. Cuide-se com carinho, amor e respeito.

O que você já fez só por você?

Grace  I. Barbosa ─ Mãezíssima

Grace e Julia perfilIdealizadora e fundadora da Mãezíssima. Mãe da Julia, jornalista, escritora e empreendedora. Aprendendo todo dia a ser uma mãe possível. Amante das boas histórias e de compartilhar conhecimentos que realmente fazem a diferença na vida dos leitores.

posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *