Parto Humanizado: indicações de leituras

Parto Humanizado: indicações de leituras
Especial,  Ser mãe
4 de maio de 2017

Buscar informação de qualidade é sempre a melhor forma de se preparar. Para quem está em busca de um parto humanizado, essa etapa é ainda mais importante. Por isso gostaria de dividir com vocês a indicação de três livros sobre o tema que valem a pena se debruçar.

parto com amor1 – Parto com Amor

Das três indicações, essa é a leitura mais fácil e prazerosa. Também é o único dos três, escrito por autores brasileiros. Parto com Amor é um livro de relatos de partos humanizados e belos. Isso mesmo, todos os partos são cheios de histórias muito bonitas. A maioria deles, partos humanizados e domiciliares, ou seja, em casa.

Destaque especial para as fotos. Marcelo Min é o fotógrafo que assina todas as imagens. Sua esposa, Luciana Benati é jornalista e agrupou os relatos.

Um livro bonito para ler de forma muito prazerosa enquanto sonha com o seu próprio parto humanizado.

 

parto ativo2 – Parto Ativo

Sua autora, Janet Balaskas, é referência em parto ativo no mundo e trouxe esse lindo movimento para o Brasil através das suas palestras principalmente em São Paulo e Curitiba. Isso há mais de 20 anos, até hoje, sua obra ainda é referência para grupos de encontros de gestantes, doulas e profissionais humanizados.

O livro é bastante denso, com muita informação sobre o parto e tudo que envolve esse momento onde a mulher é vista como protagonista e não mais como paciente. A autora também fala bastante sobre exercícios de yoga e respiração que ajudam durante a gestação, mas principalmente durante o trabalho de parto.

Vale a leitura para quem sente a necessidade de aprofundar o conhecimento sobre o parto e principalmente para ter informação e consciência sobre o seu próprio corpo.

quando o corpo consente3 – Quando o corpo consente

Essa obra une a subjetividade e informação e talvez isso o faça tão interessante. O livro é escrito a seis mãos, Marie Bertherat é jornalista e escreve o diário de gestação. Thérêse Bertherat, sua mãe, é terapeuta e acompanha mulheres gestantes e por fim, Paule Brung é a parteira que completa a tríade de mulheres em torno do parto como um processo livre em um corpo que consente.

O relato da gestação de Marie é intercalado por explicações fisiológicas do parto natural por parte de Paule e por comentários de sua mãe Thérêse. Tudo numa linguagem muito emocional e carinhosa. Vale muito a pena a leitura!

 

Tem outras indicações de bons livros sobre parto humanizado¿ Por favor, deixe nos comentários ou envie por e-mail: grace@maezissima.com.br

posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *