Tudo que você precisa é ter em quem confiar

Como decidir entre as polêmicas da maternidade? Eu, novamente gestando, me sinto de volta ao olho do furacão. Hora de recomeçar minha procura, hora de escolher em quem confiar.

Tudo que você precisa é ter em quem confiar
Especial,  Sem categoria
1 de fevereiro de 2017

Em volta novamente com bebê, gestação, parto, pós-parto, volto também para o olho do furacão das polêmicas maternas. Vai ser normal ou cesárea? Pode usar chupeta ou não pode? Amamentar de 3 em 3h ou em livre demanda? O bebê vai dormir com os pais ou no quarto separado? Cada um desses assuntos é uma polêmica a parte e pode causar discussões a ponto de provocar verdadeiras guerras, as famosas guerras maternas.

Eu mesma já escrevi diversas vezes sobre isso (você pode acessar alguns desses textos) falando sobre a importância de não deixar que essas polêmicas separem mães e amigas ou causarem mais isolamento às mães. Mas a verdade é que quando você tem um bebê recém nascido você precisa fazer escolhas dentro desses temas. E aí, que caminho seguir? Como saber o que é melhor?

Existe uma resposta pronta e politicamente correta: siga seus instintos e faça o que é melhor para você e para seu bebê. Mas, lá no fundo, eu sei que isso não é uma coisa fácil de se por em prática. Às vezes é difícil inclusive saber como seguir seus instintos. Essa frase acaba se tornando mais uma frase de efeito no mundo materno.

Você precisa encontrar um médico, amigo, vizinha, mãe, sogra. Alguém para confiar.

A verdade é que você, mãe de bebê, mãe de primeira viagem, mãe… precisa ter alguém em quem confiar. Alguém que, num mar de opiniões e confusões, você escolha seguir. Uma luz guia na tempestade, até porque o dia a dia materno se parece muito com uma tormenta! Pode ser sua mãe, sua sogra, seu pediatra, sua amiga, um profissional.

Você pode me dizer que não está fácil escolher em confiar, e isso é verdade. Também tem muita coisa sendo dita e escrita na internet que mais atrapalha a vida das mães que ajuda. Mas uma boa ideia é aproveitar os 9 meses de gestação para encontrar esse alguém em quem confiar. Escolha com calma, repense, planeje, teste se for preciso, mas já tenha na manga quem será essa pessoa. E quanto ao instinto… bem, ele é mesmo a melhor saída, mas fique tranquila, você vai encontrá-lo lentamente, no dia a dia.

Grace  I. Barbosa ─ MãezíssimaGrace e Julia perfil

Idealizadora e fundadora da Mãezíssima. Mãe da Julia, jornalista, escritora e empreendedora. Aprendendo todo dia a ser uma mãe possível. Amante das boas histórias e de compartilhar conhecimentos que realmente fazem a diferença na vida dos leitores.

posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *